As crianças

Fala de crianças, experiências que já teve como adulto em que estava falando ou brincando com crianças. Fala também de coisas que você podia fazer quando era criança que já não pode fazer mais.

Vídeos de Conversa Brasileira

Video 17: Playing in the Park  1

Video 18: Playing in the Park  2

Vídeos de Portuguese Communication Exercises

Bom, para começar, aqui tem o site com os vídeos do Orlando em que a Kelly (São Paulo), a Daniela (Belo Horizonte), a Sandra (Fortaleza) e a Michele (Rio de Janeiro) falam de coisas que elas podiam fazer quando eram crianças.

http://www.laits.utexas.edu/orkelm/ppe/sup02.html

Videos dos alunos da aula

1. James, Leonel, Monica (Fall 07): A viagem

2. Lisa, Ryan, Daniel, Daniel (Fall 07): A histora de Monzingo, Keitzer, e Berta

3. Eduardo, Ebony, Lorena, Clyde, Shannon (Fall 08): O dia das crianças

4.  Christina, Daniel, Jennifer, Marina, Swetha (Spring 10): Lobo mau

5.  Barbara, Ben, Carmen, Joshua, Preston (Spring 10): Show da manhã

6:  Bernardo, Christine, Jackeline, Natalie (Spring 11): A Jackeline bateu em Bernardo

Advertisements

8 Responses to “As crianças”

  1. Orlando Says:

    A viagem

    Leonel:Mae, vamos ver os avos?
    Monica:E, vamos. Estao prontos?
    Leonel e James:Prontos!
    M:Vamos ao carro.Estao prontos?Tem postos os cinturoes?
    L e J:Temos.
    M:Vamos entao. Ja fizeram xixi?
    L e J:E, fizemos.
    M:Ja comeram?
    L e J:Comemos.
    M:Ja tomaram algo?
    L e J:Tomamos.
    M:Tem os DVDs que vao ver?
    L e J: Temos.
    L:Eu quero ver Nemo.
    J:Odeio esse filme.
    L:Vamos ver Nemo.
    M:Por favor, nao vao comecar de novo.
    L:Vamos ver Nemo agora!
    J:Nao, agora nao.
    M:Tranquilos, tranquilos. Quero que escolham um numero entre um e dez.
    L:Dois, eu ganhei.
    J:sete
    M:Leonel pode escolher.
    L:Mae, tenho fome.
    M:Mas voce nao comeu algo antes de sair da casa?
    J:Estou com fome.
    M:Tem que aguentar.
    L:Ja chegamos?
    M:Nao, nao, ainda falta.
    L:Eu quero ver os avos.
    M:Nao sei quanto falta mas tranquilos, por favor.
    L:Mae, preciso ir ao banheiro.
    J:Eu tambem.
    M:Voce me disse que ja foi fazer xixi antes de sair da casa.
    L:Acho que esta saindo.
    M:Tem que aguentar. Tome uma garrafa de agua se quer fazer xixi la.
    J:Mae, ele nao me deixa em paz.
    M:Por favor, vou dar um pelisco…
    J:Nao me toque.
    M:Meu Deus do ceu. Vou chocar com outro carro.
    L:Ja chegamos.
    M:Nao ainda falta.
    J:Quanto falta mae?
    M:Nao sei quanto falta.
    J:Ele nao me deixa em paz.
    M:Por favor, meu Deus do ceu. O que e que vou fazer com esses meninos?
    J:Ja chegamos.
    M:Nao, ainda falta. Ah, momentinho.Tenho uma surpresa.Voces querem um doce?
    J e L: E,e!
    M:Um doce para Leonel, um doce para voce.
    J e L:Obrigado.
    M:Santa paz.

  2. Orlando Says:

    A historia

    Ryan: Quando Monzingo e Kietzer eram crianças, eles eram bons amigos e sempre jogavam juntos cada dia.
    Monzingo: Fico feliz quando a gente brinca!
    Kietzer: É.
    Lisa: Daí um dia algo aconteceu que mudou as vidas dos dois amigos para sempre.
    Kietzer: Você é nova aquí, né?
    Monzingo: Oi, amigo!
    Kietzer: Oi.
    Monzingo: Quem é ela?
    Kietzer: Ela é Berta. Berta, ele é Monzingo.
    Monzingo: Prazer.
    Ryan: Kietzer gostava muito de Berta e passava muito tempo com ela.
    Kietzer: Fico ”feliz” quando a gente brinca!
    Lisa: Se gostavam cada vez mais.
    Kietzer: Gosto ”muito” de você!!!!
    Ryan: Quando Monzingo percebeu que estava perdendo o melhor amigo dele, se ficou com ciumes. [That “se” shouldn’t be there. ;)]
    Monzingo: Eu ”ODEIO” essa ursa!
    Lisa: Ele também ficou com raiva.
    Monzingo: Oi.
    Kietzer: Oi, amigo. Berta e eu vamos brincar. Você quer brincar conosco?
    Monzingo: Acho que não.
    Ryan: Quer dizer que o Monzingo e [o] Kietzer já não brincam juntos mais.

  3. lorenamartinez Says:

    Objetivo
    Decidimos fazer o vídeo sobre Dia das Crianças porque é relacionado sobre o que é que ser criança no Brasil (e todo america latina). Nós também pensamos que seria interessante fazer esse tema porque não existe um dia em especial para os meninos nos estados unidos, e fazer uma comparação daria nos informações como é celebrado esse dia. No princípio quando nosso grupo estava pensándo sobre quem poderia fazer o desempenho principal, pensamos em Xuxa. Queriamos usá-la é porque ela é uma figura muito importante durante esse dia. Acabamos não usando Xuxa, mas ficamos com a idéia do que seria mais legal fazer um dialogo mais interactivo. O Dia das Bruxas era quase o mesmo tempo que nos filmamos o vídeo, nós quisemos dar lhe (o vidio) um sentimento assustador. Essa é a razão nós adicionamos a drama assustadora. É nosso prazer de feriado para vocês! MUUUAAAAAA!

    Dia das Crianças

    Professora – Lorena
    Clyde – Clyde
    Eduardo – Eduardo
    Aluna de Estimação, Queridinho da professora – Shannon
    Diretora – Ebony

    Cena 1
    Professora em frente da sala passando lição.

    Professora – Meninos, agora vamos falar sobre divisão!!1

    Clyde – Nããããoooo. Mas, Professora, hoje é Dias das Crianças.

    Eduardo – Que chato! Queriamos brincar e comer doces!

    AE – Calados, seus ingratos! Vamos fazer o que a professora disse! Bom, Professora, eu quero aprender divisão!

    Professora – Vocês já são muito velhos para festejar o Dia das Crianças e essas bobagens todas.

    Eduardo – Ela está destruindo o Dia das Crianças. O que vamos fazer…

    Clyde – Tenho uma idéia. Mas temos que sussurrar………. (sussurrando) Precisamos falar com a diretora.

    Eduardo – (sussurrando) Mas a professora não vai nos deixar falar com a diretora. Além disso, se fugirmos daqui o escritório da diretora ainda fica no outro lado da escola.

    Professora – Meninos, prestem atenção! Voces não tiraram boas notas nas tarefas da semana passada, estão lembrados? Se suas notas não melhorarem, irão reprovar (ou repetir de ano)!

    Clyde – Não estou prestando atenção, porque estou apertado! Tenho que ir ao banheiro.

    Eduardo – Eu também tenho que fazer xixi!

    Professora – Não, não vou deixar voces dois irem ao banheiro ao mesmo tempo.

    Eduardo – Mas professora, por favor!

    Clyde – Vamos explodir. Você não quer que façamos xixi nas calças, quer?

    Professora – Puxa vida. Claro que eu não quero isso. Tudo bem, podem ir ao banheiro.

    —-

    Cena 2
    Os meninos sairam

    Clyde – Temos que ter cuidado, pois há câmeras por toda parte.

    Criannça 2 – Sério? (olhando)

    Cena 3
    Entram outra sala

    Diretora – O que é isso… O que esses meninos estão fazendo no corredor… Você não reparou que eles não possuem autorização para perambular pelos corredores, não estão com os crachás… Vá logo pegá-los!

    A pessoa sai e vai pra outro quarto. Cena de peseguição. Escaparam.(CANÇÃO)

    Cena 4
    Na sala de aula

    Professora – Onde estão esses meninos! Já faz 15 minutos que saíram! Ajudante. Vá buscar esses meninos.

    AE – Eu pego esses pentelhos nem que seja a última coisa que eu faça .

    Professora – Obrigada, você é realmente o melhor aluno!

    Sai

    Cena 5 O encountro

    (Entram studio de novo) Andando

    Eduardo – Pare! Eu ouço algo!

    Clyde – O que é… O que você ouviu…

    (CANÇÃO)
    AE – A-ha… encontrei vocês! Vão ter que voltar para a sala agora mesmo!

    Clyde – Mas você está tentando de acabar com o Dia das Crianças! Você não pode fazer isso! Deveria nos ajudar salvá-lo…

    AE – Não, não posso fazer isso. Venham comigo!

    Eduardo – Não vamos com você, seu puxa saco! Vamos falar com a diretora! E se você não nos deixar passar……vai ter que nos enfrentar!

    AE – Vamos lá!

    Clyde – Eu vou ficar aqui.

    Eduardo – Você tem certeza?

    Clyde – Tenho. Pode ir! O Dia das Crianças está em suas mãos.

    Eduardo – Valeu.

    Eduardo sai. Clyde e AE lutam.
    (CAPOEIRA SONG)

    Cena 6
    Em frente da porta do escritório da diretora.

    Eduardo vai para a porta! A professora aparece e fala.

    (Bad Guy Song…maybe The Imperial March from Star Wars)

    Professora – Muahahaha! Muahaha! Muahahaha! Muahahaha! Meu aluno ovelha negra. Tão rebelde, mas sabe de uma coisa? Eu também era rebelde na minha época, mas a escola me disciplinou para ser quem sou agora. Você vai aprender divisão!

    Eduardo – Prefiro morrer do que ter que aprender divisão!

    A professora pega a orelha dele. Shannon e Clyde aparaceram.

    Professora – Bom trabalho. Ajudante, pegou esse moleque!

    AE – Meu nome não e ajudante! Estou de saco cheio das suas divisões patéticas! Coloca um número aqui. Coloca outro número embaixo com o símbolo de divisão no meio.

    Professora – Que traição! Por que você mudou de idéia tão rápido. Eles levaram seu cérebro.

    AE – Foi você quem levou meu cérebro, sua bruxa!

    A professora deixa Eduardo ir embora e ataca Shannon e Clyde. Eduardo corre para batir a porta da diretora…

    Diretora abre a porta.

    Diretora – O que é esse barulho. Professora! Você está batendo nas crianças! Pare!

    Eduardo – A professora está tentando tirar o Dia das Crianças!

    Professora – Nunca, nunca faria isso! Adoro o Dia das Crianças!

    AE – Mentira! Mentirosa! Ela está—

    A professora cobre a boca dela.

    Professora – Ó meus queridos. Tão fofinhos. Eu os adoro.

    Diretora – Venha ao meu escritório.

    A professora baixa a cabeça e entra o escritório.

    Diretora – E meninos, o que vocês estão fazendo aqui no Dia das Crianças: Vão já brincar!

    Crianças – Eba! Vamos festejar!

    Erros

    Em vez de encountros deveriamos colocar encontros (tirar o U)
    Tentando de—pensamos que é necessário de colocar o DE (preposicão depoid de tentar)
    Seu sua puxa saco, colocamos o sua porque a pessoa com quem esta falando a pessoa é feminina. (seu puxa saco, se é masculino a pessoa) (sua puxa sacol, se é femenina a pessoa)

    Vocabulário e Gírias

    Dia das Crianças
    puxa saco
    queridinho da professora
    lição
    divisão
    brincar
    ingratos
    bobagens
    sussurrar
    prestar atenção
    tirar boas notas
    tarefas
    reprovar – repetir o ano
    estar apertado
    fazer xixi
    perambular
    crachás
    pentelhos
    época
    disciplinou
    ajudante!
    Estar de saco cheio
    embaixo
    símbolo de divisão
    traição
    mudar de idéia
    cérebro
    sua bruxa
    bater em
    fofinhos
    Eba!

    Links

    http://www.terra.com.br/criancas/diadascriancas2004/comosurgiu.htm
    http://www.terra.com.br/diadacrianca/

  4. Jennifer Cheek Says:

    Marina:

    Não se desespere, pequenina. Alguns lobos desta espécie engolem seu jantar inteirinho, sem ao menos mastigar. Acho que estou vendo movimento em sua barriga, vamos ver…

    Com um enorme facão, o caçador abriu a barriga do lobo de cima abaixo, e de lá tirou a vovó inteirinha, vivinha.

    – Viva! Vovó!

    E todos comemoraram a liberdade conquistada, até mesmo a vovó, que já não se lembrava mais de estar doente, caiu na farra.

    “O lobo mau já morreu. Agora tudo tem festa: posso caçar borboletas, posso brincar na floresta.”

    Marina: Agora meninos, que pensarem da historia? Têm medo do lobo?

    Jennifer: Não sei, maestra! Mas pode ser que um pessoa ser um lobo?

    Marina: Não , menina, so moram na floresta! Tambem têm rabos, pois não podem usar calças! E voce Daniel, o que voce pensou da estoria?

    Daniel: EUUU gosto da cola! é pegajosa e divertida! Os lobos comem cola tambem não?

    Christina: cola! Os lobos não comem cola, bobo, comem criancinhas… como voce, Meu irmao ele tem sete anos e me disse que os lobos podem ser pessoas durante o dia e lobos durante a noite.. sua mae pode ser loba!!

    Marina: Calma, calma! Não diga isso!

    Swetha: Oi gente! Tudo bem? Como foi o dia?

    Jennifer: Um pouco chato. Hoje falemos do chapeuzinho vermelho, mas eu gosto mais da cinderela, porque ela e bonita.. e princessa.

    Marina: Cada menina é uma princesa! O Daniel tiver um dia muito interessante, mas comeu mais cola que usava pra fazer esta colagem tão bonita…

    Swetha: Espero que seu irmão não tiver esse problema.

    Christina: eu aposto que ele vai ser lobo!

    Marina: Deus meu, menina! O Daniel, diga-nos, o que é que voce fez!

    Daniel: é um foguete! ele pode transformar para carro! Mamãe, cê não é loba, não é?

    Swetha: querido, porque você pergunta esse questão?

    Jennifer: Ha! sua mãe é lobo, vai haver festança de mingau!!

    Swetha: Certo! tenha cuidado ou vou te comer! Oi meu filho, vamos pra casa.

  5. Jennifer Cheek Says:

    Os meninos da clase de Dona Marina estão aprendendo sobre o chapeuzinho vermelho e seu encontro de mã sorte com o lobo mau. Os meninos se preguntaram se alguma pessoa pode transformar num lobo e se Swetha é uma loba ou não…

    Aqui está o link que vemos na aula com as cançoes.

  6. Jennifer Cheek Says:

    Vocabulário

    se desespere

    engolem

    borboletas

    cola

    colagem

    aposto

    chapeuzinho vermelho

    Deus meu

    Foguete

    Lobo

    Festança

    Mingau

  7. Josh Says:

    Meninos

    MANHA MANHA
    Du duu du duu du
    Duu du du du
    MANHA MANHA

    Os meninos falam as coisas mais loucas-

    Carmen: Bem-vindo ao nosso show. Crianças dizem as coisas mais estranhas.

    Nosso primeiro filho é Eugenio. Venha até o palco Eugenio.

    diga-me quantos anos você tem?

    Eugenio: Eu tenho esse número
    Ele mostra 4 dedos e depois cinco.

    Carmen: Haha, e me conta… de onde é você?

    Eugenio: Eu sou da minha mãe… O hálito do meu gato cheira de comida de gato.

    Carmen: Seu gato? Qual é o seu nome?

    Eugenio: Gato.

    Carmen: Seu nome é gato mesmo?

    Eugenio: Preciso repetir-me?

    Carmen: Bom Gente isso é Eugenio! Parece que precisa cochilar.
    Agora, vamos falar com uma menina… Lucia, vem ‘ca!

    Lucia: Olá (_____)!

    Carmen: Bom Dia, Lucia! É quantos anos tem?

    Lucia: Eu tenho dez anos. Nasci no ano 2000, que começou o segundo milênio depois de cristo.

    Carmen: Você é tão inteligente, ne?! Você está numa escola agora?

    Lucia: Sim, assisto uma escola privada no meio da cidade. É a melhor escola da cidade, é só posso assistir porque meus pais são ricos.

    Carmen: é que assim… pois o que você quer ser quando é um adulto?

    Lucia: quero ser uma bailarina, uma professora e presidente do Brasil.

    Carmen: que ambição, menina! E seus pais são orgulhosos de você, ne?

    Lucia: sim, porque tenho um futuro, e porque meu irmão é preguiçoso.

    Carmen: o que é uma menina doce… nosso próximo menino é Valentino

    Carmen: Hola Valentino, Como vai você?

    Valentino: Oi

    Carmen, rsrrs e quantos anos tem?

    Valentino: Eu tenho seis anos

    Carmen: seis anos..

    Valentino: Sim.

    Carmen: E quantos irmãos você tem?

    Valentino: Só um… mas, Acho que ele e adotado, eu sei porque ele e muito distinto, ele e branco.

    Carmen: e você me diz que acha que os velhos são piores que os jovens, porque?

    Valentino: Acho que os velhos tem um olor horrível, muito estranho.

    Carmen: rrsrsr bom. Que tipo de trabalho você quer fazer quando ser adulto.

    Valentino: Acho que posso fazer seu trabalho.

    Carmen: Meu trabalho? Bom. Muito obrigada, Valentino.

    Carmen: Bom gente, nosso tempo já acabou. Ate semana que vem. Tchau.

    Eu sei que vocês estarão com essa canção na cabeça durante as próximas semanas. Esse fenômeno se chama “vermes de ouvido.” Na minha opinião aquela canção do compositor Italiano, Piero Umilani, e a que mais pega de todas as canções do mundo e já me tormento desde o dia que primeiro ouvi faz já vinte anos. Essa canção começo como parte dum documental de Suécia: Svezia, Inerno e Paraíso, e depois foi usado pelos Muppets no capitulo 0014 de Vila Sesamo.

    “vermes de ouvido”- Ear worms from the German Ohrwurm. Other proposed synonyms include: repetunitis, humbug, humsickness, and tune wedgy.
    palco- stage
    hálito- breath
    Vila Sesamo- can you tell me how to get…
    Cochilar- to take a nap
    preguiçoso- lazy

  8. Natalie Plaza Says:

    As criancas: Jackeline bateu Bernardo

    Bernardo o menino, Jackeline a menina e Christine a instructora

    Aqui tem um video de dos adultos que ao falar de ir a um jogo de futebol faz lembrar um momento que consideram os dois muito traumatico. Voltam ao pasado e ai encontram a razao porque Bernardo nao tem desejo de ir ao jogo de futebol.

    Palavras de vocabulario:
    Bolinhas de gude
    Recesso
    Piao
    Esquisita
    Maluca

    Jackeline: Oi Bernardo, o que voce esta fazendo?
    Bernardo: Oi Jackie
    Bernardo: Estudando
    Jackeline: Pra que?
    Bernardo: Eu tenho uma prova amanha
    Jackeline: Bom, de que?
    B: de economia mesmo, e voce que vai fazer agora?
    J: Vou pra jogo de futebol, voce quer ir comigo?
    B: Puxa, acho que nao, acho que nao
    J: Por que?
    B: Voce esqueceu desse momento traumatico em nossas vidas?
    J: E voce quer dizer cuando voce faz que eu quase perdi minha orelha
    B: E, e a quinta vez que voce me bateu na cara com uma bola de futebol
    J: Mas foi acidente
    B: Acidente nao, quinta vez nao da pra acidente
    J: Me pergunto que paso com aquela profesora
    B: hmmm..
    B: (jogando com seu carrinho)
    J: (pateu o balao a Bernardo e bate na cara)
    B: Ouch…
    J: O, nao!
    B: Que isso Jackie! Por que voce fez essa besteira!
    J: Foi um acidente
    B: Voce sempre faz! A quinta vez, a quinta vez uma semana!
    J:Nao! Foi um acidente, nao fale com a instructora
    B: Instructora! Instructora!
    J: Nao! Nao! Calle eu vou te dar me piao e meu bolinhas de gude!
    Christine: (entra)
    B: A Jackie bateu de novo com a bola de futebol
    J: Nao bati, ele bateu meu balao
    B: Ela e uma menina esquisita, e a unica menina em toda a escola que joga com bola de futebol
    J: Cale que eu voce ficar sem receo por dies dias
    C: Ela bateu teu cara?
    B: Ela bateu na minha cara com a bola de futebol
    J: Nao bati, foi um acidente, eu estava jogando futebol
    B: Acidente nao, sta maluca jogando sozinha
    C: O que voces estao fazendo?
    B: Como que estava fazendo? Estava brincando com meu carro
    C: O que aconteceu?
    B: E depois ela me bateu com a bola de futebol
    J: Foi um acidente, por favor nao me castigue
    B: acidente nao!
    J: foi acidente!
    C: Nao, nao vem comigo…
    J: Nao! Nao! (gasp) Sangue! Voce me lastimo! Eu vou dizer a minha mae!
    C: Calma, calma nao fez nada
    J: Voce vai ficar sem trabalho!
    B: Nao escuta ela, nao escuta ela
    C: nao, nao, nao, vem comigo!
    J: Tem sangue.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: